domingo, 27 de janeiro de 2013

TOP BLOG BRASIL 2012!! O BLOG É O CAMPEÃO NA CATEGORIA SAÚDE PESSOAL, VOTO POPULAR!!

Felicidade sem fim!!! É com muito orgulho que anuncio: o A Endometriose e Eu é o campeão do prêmio Top Blog Brasil 2012, na categoria saúde pessoal, voto popular. Ele foi o blog mais votado pela internet e este feito inédito dedico a todos que ajudou a elegê-lo e faz dele, o blog mais lido do mundo sobre endometriose. Subir ao palco representando todas vocês (levei cada uma das 15 milhões de portadoras brasileiras no coração e pensamento) e discursar foi muito emocionante. Aliás, o discurso foi algo mágico, sem treino e muito menos rascunho. Sabia que Deus iria ajudar até nisso. Em primeiro lugar, agradeci a Ele pela oportunidade e ajuda que sempre me deu. Depois agradeci a todos que votaram, que ajudaram a divulgá-lo no prêmio. Vocês foram os responsáveis para ele chegar ao topo. Não deu para falar nome de todos, mas explicito aqui meus sinceros agradecimentos às voluntárias Hosana Santana, que responde com muito carinho aos comentários, e a minha querida amiga Monica Martins, nossa designer voluntária e que não tem endo, a responsável pelo logo, pelo design do blog e quem fez a arte de nosso cartão, em breve fotos para vocês, especialmente para levar ao prêmio).

Aliás, já cheguei ao palco distribuindo o cartão (estou toda coruja com ele!). Falei o motivo pelo qual mulheres do mundo todo votaram no blog: para pedir que nossa presidente, Dilma Rousseff, reconheça a doença como social no Brasil, pois só assim passaremos a ter direitos perante a lei, benefícios legais e todos os direitos que um cidadão-comum que paga seus impostos merece, assim como já é na Itália. Só com esse reconhecimento será possível lutar por tratamento digno e honesto pelo SUS em todo Brasil, como há em São Paulo, no ambulatório de algia pélvica e endometriose da Unifesp. Aproveito para mencionar a excelência do tratamento e atendimento deste ambulatório (não deu para citar no palco, pois o tempo era curto, mas nem é preciso, já que encabeço este lugar desde outubro de 2009, quando pisei a primeira vez lá). Precisamos do reconhecimento para que a sociedade (médicos e, inclusive, as mulheres) tenha interesse em tratar a doença, como fala a matéria da Women's Health Brasil, PDF completo aqui. Não adianta a Unifesp ter o atendimento de excelência se a ineficiência do sistema (para marcar ressonância magnética, por exemplo, demora cerca de 6 meses, a cirurgia quase 1 ano) dificulta. Aproveitei e falei sobre a nossa Petição Pública (artigo completo aqui), que visa o reconhecimento da doença, pois com 1 milhão de assinaturas, a presidente da República será obrigada a nos ouvir, a nos receber. Disse o endereço do blog e pedi a todos que nos ajudassem nesta empreitada.

Agradeci também a parceria com o dr. Hélio Sato e adorei quando o mestre-de-cerimônias pediu a ele para explicar um pouco sobre a doença, do ponto de vista de um especialista. Ele elogiou minha coragem em falar sobre um assunto tão delicado e íntimo, como a dispareunia, e disse que muitas mulheres na plateia deveriam ser portadoras da doença (pela quantidade, cerca de 50!), falou sobre o diagnóstico precoce e, quando o apresentador, questionou sobre os sintomas, fui ler o que estava escrito no cartão e só me emocionei quando me lembrei da minha dispareunia (mas, não chorei, foi só emoção mesmo, ao lembrar as dores e de quem me ajudou a superá-la). Falei também dos meus 21 anos de dores fortes e lembrei que a cólica muito forte, aquela que impede uma mulher de fazer suas atividades cotidianas, não é normal, além da dificuldade para engravidar, claro. Foi uma noite única, principalmente, pela presença mais do que especial da minha mãe de minhas duas irmãs, de dois grandes amigos, do dr. Hélio Sato, e com certeza de todas vocês que estavam em meu coração e pensamento. Infelizmente, por conta das fortes dores, minha querida Rosimery Santos não pode viajar para São Paulo. Sei que ela estava lá em pensamentos, assim como todas, a Jeisa Gabrielle, a Gisele Dhal Antoninus também. E agradeço muito a preciosa ajuda da Rosi na divulgação, a diferença por esta vitória. Não se preocupe querida, pois em 2013 você estará bem e viajará para Sampa.

Eu tinha direito de levar 5 convidados. Levei minha família, meus amorecos, meu cunhado, o doutor Hélio Sato, acompanhado por sua noiva. Desde a entrada, estava tudo perfeito para aquela que seria a primeira consagração do A Endometriose e Eu. Como estava cheio o parte inferior do Teatro Unip, ficamos na superior. Quando começou vi que os 3 finalistas eram citados, mas somente o campeão subiria ao palco para receber o troféu e discursar. Concorríamos com um de "diabetes" e outro de "parto humanizado" (o boom do momento!). Eu estava confiante na vitória. Sei que a fé move montanhas. Mantive a calma, mesmo sem ter feito nenhum rascunho do discurso e meu coração começou a acelerar quando começou a aproximar da letra S. Comecei a respirar fundo!

Quando já estavam nos vencedores da letra R, chamei o dr. Hélio, o Jairin para fotografar e desci correndo as escadas. Ao chegar lá começou o anúncio dos finalistas de saúde. O apresentador deu uma leve gaguejada na palavra endometriose, ao citar o nome do blog (era por ordem alfabética) e quando saiu o resultado, o campeão da categoria saúde pessoal é: A Endometriose e Eu. Foi uma grande emoção, palmas de todos os lados e uma felicidade sem fim. Com este título, o blog cresceu ainda mais. E lá mesmo eu já estava pensando no prêmio deste ano. Sim, agora não podemos parar. Este é o primeiro de muitos que ainda virão!! Quero contar com todas no Top Blog Brasil 2013, pois a luta é grande, o caminho é longo, dolorido, mas a vitória é certa. Dedico este prêmio também as minhas endoirmãs do exterior que votaram no blog. Esta vitória só foi possível graças a união, afinal, como sempre falo no blog "juntas somos mais fortes". Deus sabe muito bem o que faz. Este troféu trouxe conforto e alegria ao meu coração, que passa por um momento delicado. Continuem rezando por mim. A oração alimenta a alma, o espírito e alivia a dor, o sofrimento do corpo. Seguem algumas fotos, quanto o site do prêmio postar a deles, colocarei aqui também. Beijos com carinho!!



Eu com o troféu e o certificado!



O discurso e o troféu em mãos!
A vez do dr. Hélio Sato falar sobre a endo!
O troféu e o certificado: nossa primeira vitória!

Mais uma foto do nosso orgulho em mãos!
Minhas irmãs, Isabella e Renata, nas laterais, eu e minha mãe, Reila Salazar!
Eu e minha mãe (ao meio), Isabella e Cesar, à esquerda, Renata e Jairin, à direita, e Georgios, agachado ao centro: pessoas especiais numa ocasião mais do que especial, única!

Meu orgulho!



O troféu mais perto para vocês verem!

9 comentários:

  1. Parabéns Carol. Que Deus continue te abençoando.

    Bjs
    Fran

    ResponderExcluir
  2. CAROL QUE MARAVILHA, PARABÉNS E QUE DEUS CONTINUE TE ILUMINANDO E REALIZANDO TODOS OS SEUS SONHOS! BJSSSS

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Carol, super feliz por você pelo seu blog... tenho certeza que mais este degrau alcançado irá abrir muitas portas para divulgação da doença e reconhecimento! beijão amiga!!!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns! Fico muito feliz pelo sucesso desse blog e por ter participado da votação. O conheci no dia que foi comentado na novela, apesar de não sofrer dessa doença, graças a Deus, sempre o acompanho e indico para muitas pessoas. Essa premiação foi a primeira porta, de muitas, que Deus abrirá!

    ResponderExcluir
  5. Tava linda Carol! Obrigada mais uma vez pelo teu empenho em nos representar! vc è a nossa voz! Um abraço grande da Italia...bjo

    ResponderExcluir
  6. Parabéns, Carol por essa grande conquista! Tenho certeza que esta foi a primeira de muitas outras que virão. Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns, querida por nos representar nesta luta, sou portadora dessa doença, me chamo Maria Sandra, moro no Rio de Janeiro.Deus te abençoe! BJINHOS

    ResponderExcluir
  8. Parabéns , prêmio merecido!!!
    Fé e Luta, vamos continuar a luta...
    bj bj

    ResponderExcluir
  9. parabens, pela premiação, vc é uma pessoa que faz diferença e que não se conforma com sua situação mas busca mudanças positivas, força nesta luta, que Deus conceda que a presidenta Dilma reconheça esta doença como social e facilite o acesso a tratamento pela rede publica, e muito dificil o diagnostico, após 02 anos de busca é que atraves deste blog encontrei o dr Helio que tem me assistido no tratamento no hospital Nipo- brasileiro. parabens ao dr Helio também pela parceira e ajuda neste projeto. Felicidades e força, sem luta não há vitoria.
    bjs Neiva

    ResponderExcluir