terça-feira, 13 de dezembro de 2016

"SAÚDE E BEM-ESTAR": AS TRÊS PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE A INGESTÃO DE ÁCIDO FÓLICO NA GESTAÇÃO!!

imagem cedida por Free Digital Photos



Muito se pergunta qual a importância de tomar ácido fólico na gestação. A ginecologista e especialista em endometriose doutora Graciela Morgado selecionou as três principais dúvidas das mulheres relacionadas ao assunto que ela escuta em seu consultório. Segundo ela, a deficiência de ácido fólico é o mais importante fator de risco para os defeitos do tubo neural identificado até hoje. É importante lembrar que qualquer medicamento, inclusive, as vitaminas, só podem ser receitadas pelo seu médico. Lembre-se que tudo que a mulher ingere na gravidez passa para o feto. E você sabe a importância de a gestante tomar ácido fólico diariamente? Beijo carinhoso! Caroline Salazar


Por doutora Graciela Morgado
Edição: Caroline Salazar


Três dúvidas sobre ácido fólico durante a gravidez

1 - Quais são as vantagens para a mãe ao tomar ácido fólico?

O ácido fólico tem um papel fundamental no processo da multiplicação celular, sendo, portanto, imprescindível durante a gravidez. O folato interfere no aumento dos eritrócitos (prevenção de anemias), no crescimento do útero e no crescimento da placenta e do feto.
Portanto, o ácido fólico é requisito para o crescimento normal, na fase reprodutiva (gestação e lactação) e na formação de anticorpos.

2 - Quais são os benefícios do nutriente para o desenvolvimento do bebê?

O tubo neural se converte em medula espinhal e cérebro entre o 18° ao 26° dias da gestação. E neste período muitas mulheres desconhecem ainda seu estado gravídico. É importante que a mulher em idade fértil tenha acesso a uma quantidade adequada de ácido fólico por pelo menos um mês antes de engravidar. Contudo, como a gravidez nem sempre é planejada, a mulher deveria apresentar uma alimentação rica em ácido fólico.


3 - Encontro ácido fólico na alimentação ou devo tomar suplemento?

 Considera-se difícil alcançar a dose adequada de folato com uma dieta normal equilibrada. As melhores fontes de folato são: as vísceras, o feijão e os vegetais de folhas verdes, como o espinafre, o aspargo e o brócolis. Outros exemplos de alimentos fontes de ácido fólico são: abacate, abóbora, batata, carne de vaca, carne de porco, cenoura, couve, fígado, laranja, leite, maçã̃, milho, ovo, queijo. O processamento destes alimentos a temperaturas elevadas resulta em perdas consideráveis de ácido fólico.


Sobre a doutora Graciela Morgado Folador:



Ginecologista e obstetra, Graciela Morgado Folador tem Pós-graduação em Endometriose, em Cirurgia Minimamente Invasiva, em Infertilidade Conjugal e Reprodução Assistida e Especialização em Vídeo-histeroscopia. É membro da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana (SBRH), da Sociedade Brasileira de Endometriose (SBE) e da Advancing Minimally Invasive Gynecology Wordwide (AAGL). É médica-colaboradora do setor de Endometriose do Hospital das Clínicas de São Paulo, USP. Siga a fanpage da doutora Graciela

Nenhum comentário:

Postar um comentário