domingo, 19 de fevereiro de 2017

"SAÚDE E BEM-ESTAR": A IMPORTÂNCIA DOS EXERCÍCIOS REGENERATIVOS DURANTE AS CRISES DE DOR!!

imagem cedida por Free Digital Photos


Em seu segundo texto para o A Endometriose e Eu o educador físico Renato Trevisan, da A3 Saúde, explica a importância e os benefícios dos exercícios regenerativos quando as portadoras estão nas crises de dores. Sim, você leu certo! O exercício regenerativo auxilia não só no combate às dores, mas também ajudará você a dormir melhor. Já pensou em ter uma noite de sono mais tranquila e botar a insônia pra correr? Parece um sonho, não... mas agora é real. Exercitar de maneira correta, respeitando os limites do seu corpo é um dos melhores remédios (e natural!) para aliviar as dores da endometriose.

Pensando em proporcionar maior bem-estar às endomulheres, no próximo dia 1° de março, primeiro dia do Mês Internacional de Conscientização da Endometriose, a  A3 Saúde e o A Endometriose e Eu trará uma grande surpresa especialmente para você, querida leitora. Uma das missões do blog sempre foi ajudar você a conviver melhor com a endometriose. Vmos te ajudar a dar o primeiro passo rumo a um novo estilo de vida, a uma nova vida, a uma vida sem dores. Aguarde! Beijo carinhoso! Caroline Salazar

Por Renato Trevisan, educador físico
Edição: Caroline Salazar

A importância dos exercícios regenerativos durante as crises de dores da endometriose.


Você já imaginou que fazer exercício nos momentos de crise de dores causadas pela endometriose, pode trazer alívio e bem-estar para o seu dia a dia?

Isso mesmo. Mas antes que você queira brigar comigo, deixa eu te falar como foi que eu descobri isso!

Você pode se perguntar: “Como é que pode um homem falar que quando eu estou com dor devo fazer exercício? Eu mal consigo trabalhar e fazer minhas tarefas do dia a dia. E ele vem me falar para fazer exercício!”

Pode até parecer uma maluquice, mas vou mostrar para você, que isso que estou te contando pode ser muito interessante!

Fazer exercício físico é uma prática que vai muito além do movimento músculo esquelético realizado.

Praticar exercício pode ser um momento mágico, de produção hormonal e transformações bioquímicas no seu organismo. Digo que pode ser, porque assim como tudo que fazemos em nossa vida, é preciso de medida certa e planejamento adequado.

Nós sabemos, por exemplo, que há medicamentos ótimos para aliviar os sintomas da endometriose, mas nem por isso vocês sairão tomando sem controle esses remédios. Provavelmente muitas de vocês aumentam a quantidade passada pelo médico para conseguir obter um resultado mais rápido, não é mesmo? Existe a dosagem correta para que o objetivo do medicamento seja atingido.

Com o exercício físico é a mesma coisa.

Muito bem, o tipo de estímulo que oferecemos ao nosso organismo, vai determinar quais serão as reações que ocorrerão para produção de hormônios e reações bioquímicas. Certos estímulos são tão benéficos que podem se tornar nosso próprio remédio. O estímulo que proporcionamos ao nosso organismo quando praticamos exercícios pode ser o remédio mais eficaz para aliviar as crises devido às dores causadas pela endometriose.

No texto anterior Os benefícios da atividade física no controle dos sintomas da endometriose, eu apontei alguns dos benefícios proporcionados pelo exercício físico em relação a Endometriose, como:
·        
           1- Controle dos níveis de estradiol (estrogênio);
      2 - Controle de cortisol;
      3 - Redução da resistência insulínica;
      4- Produção de endorfina;
      5- Organização do sono;
      6- Diminuição da gordura corporal.

E hoje quero falar especificamente sobre o exercício REGENERATIVO.

Como o seu nome diz explicitamente, o exercício regenerativo tem a função de proporcionar ao organismo a melhor situação bioquímica possível, para realizar o processo de restauração, que ocorre principalmente durante o sono profundo.

Portanto, estimular o bom sono é um dos segredos do exercício regenerativo. Pode acreditar você vai dormir e sonhar colorido. Você já ouviu esse termo?

Deirdre Barrett, pesquisadora e psicóloga afirma queO ato de dormir ajuda a suprir nossas demandas fisiológicas importantes. Por exemplo, é durante o sono que ocorre a reposição dos neurotransmissores, substâncias responsáveis por modular as sensações de ansiedade, felicidade, a capacidade de fixar a atenção, entre outras funções”.

Atingir o sono profundo e prolongado possibilita ao nosso organismo estabelecer a reorganização hormonal e bioquímica. Barrett, aponta ainda em seus estudos que os sonhos – que geralmente ocorrem na fase mais profunda do sono – também exercem um papel importante na saúde neurológica.

Outra relação fundamental do exercício regenerativo com as dores da endometriose é o estímulo para a produção de Endorfina.

Eu já falei sobre isso, no texto anterior, mas vamos reforçar sua importância em momentos de dores e estado depressivo.

 “As endorfinas são substâncias bioquímicas analgésicas segregadas pelo cérebro que executam um papel essencial no equilíbrio entre o tônus vital e a depressão. Elas são responsáveis por nosso estado emocional.”
Costa et al (2007)

As Endorfinas aliviam as dores e promovem um estado de relaxamento no organismo. Em resumo, o que estou dizendo é: está chegando uma crise de dor, está faltando vontade de fazer as coisas do dia a dia, está com dores e sofrendo em casa?

Experimente começar a fazer exercícios regenerativos para ter uma melhor qualidade de vida.
É importante reforçar que cada pessoa se adapta de maneira diferente aos estímulos da prática regular do exercício. Por isso não saia por aí fazendo qualquer exercício. Procure um profissional que conheça e entenda o que você está passando.

Costumo dizer que se o seu Educador Físico nunca perguntou a você sobre o seu ciclo menstrual, pode cair fora. Isso mostra que ele treina você e todas as mulheres da mesma forma, sem respeitar seu ciclo hormonal e suas particularidades.  

Falo sobre esse assunto tranquilamente porque eu vivi momentos difíceis, sofri com obesidade, dores inflamatórias e tive problemas sérios para dormir durante muitos anos. Quando tive contato com a endometriose, percebi a similaridade que existia entre o que eu havia vivido e o que as mulheres com endometriose passavam. E não tive dúvidas que todo meu histórico e tudo que eu já havia estudado, poderiam ajudar e muito as mulheres que estão passando por esse processo.

Aprendi na prática a colocar o exercício regenerativo na vida das pessoas com dores da endometriose. E o mais importante é que conseguimos colher os resultados desse trabalho. É isso que faço em minha clínica de personal. Hoje trabalhamos com o slogan “transformar vidas”, pois é esse o entendimento que temos do poder do exercício planejado em nosso organismo.

Quero de alguma forma encorajar você a viver essa experiência. Não será fácil, não será de um dia para o outro, mas coloque o exercício e as boas escolhas alimentares no seu dia a dia. Pode ter certeza que será transformador para a sua qualidade de vida.

Não se trata de curar a endometriose com a prática de exercícios, mas sim de colocar a prática de boas escolhas em sua vida, de forma que essa transformação contribua muito com o seu tratamento.

Acredite, o exercício físico pode contribuir imensamente nos momentos de dores causadas pela endometriose

Acesse este link, faça seu cadastro gratuitamente e aguarde dia 1° de maio, pois você terá uma super surpresa da a Clínica A3 Saúde em parceria com o blog A Endometriose e Eu

Fontes de Pesquisa:

Costa, Rudy Alves et al, Benefícios da atividade física e do exercício físico na depressão. Revista do Departamento de Psicologia. UFF. 2007.

Barrett, D & McNamara, P (Eds.) A enciclopédia do sono e dos sonhos (2 vol.) Greenwood / junho de 2012.


Sobre Renato Trevisan:

Educador físico, é pós-graduado em atividade motora adaptada pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É diretor do Centro de Saúde A3 Atividade Física para a Saúde em Maringá, no paraná, e é coordenador da EndoMarcha Maringá. Acesse a fanpage da A3.

Nenhum comentário:

Postar um comentário